Controle Glicêmico


Bauhinia forficata
Controle da glicêmia e diurético.

Hipoglicemiante e diurético. A presença do flavonóide kaempferitrina é o responsável pela ação hipoglicemiante, capaz de influenciar no tratamento reduzindo o nível anormal de glicose no sangue.

Posologia: 500 mg por dia, 2x ao dia. Ingerir pela manhã.
Padronização: saponinas e taninos não menos que 5% (parte utilizada: folhas).


Bitter melon
Hipoglicemiante
O ativo charantina é um dos responsáveis pela redução das ações do açúcar no sangue com potenciais beneficios a indivíduos com diabetes mellitus. Eficaz no tratamento da diabetes tipo II (Miura et al., 2004; Senanayake et al., 2004). Protege os glomérulos dos efeitos prejudiciais do diabetes e impede o aumento do volume da urina, a excreção de albumina na urina e a hipertrofia renal.Diferenciais

  • Eficaz no tratamento de diabetes do tipo II

Posologia: 500 mg, por via oral, 2x ao dia.
Padronização: 10% charantina (parte utilizada: fruto).


Benfotiamina
auxilia nas complicações causadas pelos diabetes
Derivado sintético da tiamina (vitamina B1), age bloqueando os metabólitos da glicose que geram os “Advanced Glycation End Products” (AGE products; produtos finais de glicação avaçada). Auxilia nas complicações causadas pela diabetes: * Retinoplastia * Neuropatias generalizadas – a benfotiamina diminui consideravelmente a dor.Posologia: Inicio do tratamento 300 mg a 450 mg/dia, pelo menos 4 a 8 semanas (2 a 3 vezes ao dia).
Tratamento de manutenção: 150 mg/dia
Padronização: Não menos que 98%


Fonte: www.gamma.com.br